O que o Síndico precisa saber sobre a Portaria Remota

Entre os diversos tipos de moradia, os condomínios sempre foram a alternativa mais segura nas grandes cidades. Entretanto, com o aumento do índice de violência, cresceu também o número de assaltos e invasões, exigindo uma providência do síndico profissional.


O síndico profissional é o profissional mais importante na administração de um condomínio, assim como também é o responsável por moderar as políticas de convivência e ética do condomínio e, sobretudo, pelas medidas de segurança para manter os moradores tranquilos e seguros.


Ainda que ele opte pela terceirização de profissionais de portaria especializados e adote rodízios, isso pode não ser o bastante, pois é notável o nível de conhecimento de criminosos nas mais diversas técnicas e recursos de segurança, como câmeras e pontos de vigilância.


Esses criminosos se aproveitam principalmente das falhas no sistema de segurança e invadem os condomínios para realizar roubos, depredar o patrimônio, colocando em jogo a tranquilidade dos moradores.


Após longas pesquisas no sentido de encontrar soluções para resolver as constantes falhas nos sistemas de segurança, chegou-se a uma solução inovadora: a portaria remota, que consiste na presença virtual de porteiros no condomínio, com ótimas soluções integradas de segurança.

Também conhecida como portaria virtual, esta é a tendência do momento para essa modalidade residencial. Trata-se de um recurso de alta tecnologia que permite aumentar a segurança e alcançar uma redução significativa nos custos do condomínio.


Isso porque, essa categoria de portaria funciona inteligentemente e semiautomática, sem necessidade da presença humana na entrada do prédio. Entretanto, é monitorada remotamente por técnicos em segurança qualificados e aptos a tomar a medida ideal em toda e qualquer situação.


Com o uso da alta tecnologia aliada ao sistema de câmeras e recursos de ‘internet’, os condôminos acessam o condomínio através de um dispositivo de identificação pessoal (TAG), biometria ou reconhecimento facial, dispensando a intervenção humana para sua liberação.

Já o acesso de veículos, que também conta com as vantagens tecnológicas, é liberado por um controle remoto identificado com dispositivo antiespionagem, o que impede aqueles que não estão cadastrados ou não são autorizados, com bloqueio de carona.


É dessa tecnologia que nasce o conceito de portaria inteligente ou condomínio inteligente, tão difundido entre condomínios de médio e alto padrão das grandes cidades, no entanto, compatível com todas as categorias de estabelecimentos, inclusive residenciais e comerciais.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo